Siga o 'Madonna ever'

RSS
Premium WordPress Themes

21 março 2009

Like a Prayer: 20 anos!


Life is a mistery...

No dia 21.03.89 era lançado o álbum mais autobiográfico de Madonna. É um dos preferidos dos fãs de longa data. Foi também um dos maiores sucessos comercias da sua carreira, tendo atingido o primeiro lugar da Billboard e com vendangem de 15 milhões de cópias em todo mundo.

Madonna 'exorcisou' muitos fantasmas através da sua música/arte ao longo de sua carreira e Like a Prayer foi sem dúvida, um marco. Tratou de assuntos como divórcio (Till death do us apart), família (Keep it together/ Oh father), morte da mãe (Promisse to try), religião, preconceito (Like a prayer/ Act of Contriction), sem falar no hino neofeminista 'Express yourself'.


Era o ápice da garota que fora a Nova York atrás de fama e fortuna. Nesse álbum ela passou a ser respeitada como cantora, compositora e artista performática. Com a turnê Blond Ambition o título de rainha do pop foi ratificado. O sutiã de cone de Jean Paul Gaultier torna-se sua principal imagem (a mais lembrada no imaginário coletivo).

Literalmente como numa oração, Madonna se confessa em Like a prayer, do iníco ao fim. Com uma sequência de músicas muito bem elaborada que nos leva a uma jornada de reflexão sobre aquele momento de sua vida.

Não preciso nem dizer que a arte em meu blog utiliza o símbolo desse álbum, como uma singela homenagem a um dos meus álbuns preferidos de Madonna.

CURIOSIDADES

A capa do álbum

O close na cintura de uma mulher usando calça jeans é fruto de uma situação que Madonna viveu com sua mãe: "...Madonna se lembra de a mãe ter coberto a estátua do Sagrado Coração de Jesus quando uma mulher entrou na casa usando jeans com zíper. (...) Na época de sua mãe, jeans significavam sacrilégio" (O'Brien 2008) .

Act of contrition

Última música do álbum, remete à confissão obrigatória (penitência) da Igreja Católica. "A confissão era primordial para a prática do catolicismo americano. (...) Era para eles como expressar algo fundamental sobre suas naturezas humanas e sobre sua própria relação individual com Deus"
(James M O'Toole historiador_em o'Brien 2008)

Cor dos cabelos

Embora tenha deixado os seus cabelos na cor natural em toda a arte do álbum e das fotos promocionais, Madonna teve que pintar os cabelos de loiro novamente para encarnar a personagem Breathless Mahoney no filme Dicky Tracy.

Dear Jessie

A canção foi dedicada à filha de Pat Leonard, co-produtor do álbum.





"Não tentei adocicar nada nem tornar o som mais palatável para o consumo de massa... escrevi o que estava sentindo"

(Madonna sobre Like a Prayer_retirado da biografia Madonna: 50 anos de Lucy O'Brien)

0 comentários:

Madonna Ever - Madonna sempre!