Siga o 'Madonna ever'

RSS
Premium WordPress Themes

21 maio 2009

Madonna entre os grandes ícones do século XX

O povo votou, o povo decidiu: os grandes símbolos da moda na segunda metade do século XX vão de Marlene Dietrich (anos 40) a Kate Moss (90). A lista inclui as mais ou menos óbvias Brigitte Bardot e Madonna. 

Na sexta-feira da próxima semana, dia 29, serão atribuídos em Londres os prémios Clothes Show Style, uma espécie de Oscar da indústria britânica da moda. Estilistas, modelos e toda a fauna que gira o ano inteiro em redor desse mundo de fantasia (mas, afinal de contas, bem real pelos milhões de euros, libras ou euros que faz mover) suspiram pelo evento.

Para animar as hostes na edição deste ano, a empresa que organiza a  entrega dos prémios teve um assomo de criatividade e encomendou uma sondagem para saber quem foram os ícones da moda no século XX. Não todo o século XX, mas metade: entre os anos 40 e 90. Os resultados foram interessantes, esclarecedores e, em alguns casos, inesperados.

A figura de longe considerada como o grande símbolo da moda nos anos 40 foi a actriz Marlene Dietrich, a protagonista de O Anjo Azul. O "glamour e o aspecto exótico" de Marlene superiorizaram-se ao par Fred Astaire-Ginger Rogers, a Lauren Bacall e ao britânico David Niven.

Os anos 50 foram dominados por Audrey Hepburn, a modelo que se tornou actriz e brilhou em Boneca de Luxo, Férias em Roma, Como Roubar um Milhão e My Fair Lady. Atrás dela ficaram Grace Kelly (que, pelo casamento, trocou o reino de Hollywood pelo casino de Monte Carlo), James Dean (que fez três filmes - A Leste do Paraíso, Fúria de Viver e O Gigante - e morreu) e Ava Gardner (que Jean Cocteau definiu como "o mais belo animal do mundo").

A década de 60 teve um ícone óbvio: Brigitte Bardot. Ultrapassou os Beatles e Twiggy, a portadora da primeira e mais famosa minissaia da história.

Debbie Harry, cantora da banda Blondie, domina os 70, muito à frente do camaleónico David Bowie, da musa de Mick, Bianca Jagger e da líder das Supremes, Diana Ross.

A década seguinte tem também o seu ícone mais ou menos óbvio: Madonna. A cantora de Like a Virgin foi mais votada do que Diana de Gales, Joan Collins (esta ficou em terceiro aí umas boas décadas depois da idade mais evidente) e Jane Fonda (idem).

Chegamos aos 90. Ícone mais votado: Kate Moss. É a década da ilusão e da aparência, o reino da moda. A Kate seguem-se Linda Evangelista, Erin O'Connor e Victorias Beckham. De que reino sairá o ícone desta primeira década do novo milénio?

Créditos: Diário de Notícias - Lisboa – Portugal / Minsane

0 comentários:

Madonna Ever - Madonna sempre!