Siga o 'Madonna ever'

RSS
Premium WordPress Themes

12 junho 2009

Dia dos namorados: Os amores de Madonna

A lista é grande, mas como hoje é DIA DOS NAMORADOS resolvi desenterrar os ‘defuntos’que já passaram pela vida de Madonna. Aos 50 anos já casou duas vezes e tem em sua lista amorosa homens e mulheres de vários tipos e hoje afirmam que namora um homem 28 anos mais jovem.

Ela já disse que manter relacionamentos longos sempre foi um problema e justifica com um trauma de infância. Crescer sem minha mãe por perto me deixou com um medo real de intimidade. Não querendo ser magoada, não querendo ser deixada de lado novamente por alguém que eu amasse” , disse ela certa vez à jornalista inglesa Gill Pringle. 

Durante toda a carreira, Madonna foi perseguida pelos boatos dos tablóides. Casos com John F. Kennedy Jr., Lenny Kravitz, Jack Nicholson, Mick Jagger e Britney Spears ficaram só na especulação, assim como um suposto aborto do ator Tony Ward. 

Veja quem já abalou o coração de Madonna: 

image JESUS LUZ (2008 - 2009)

Os dois se conheceram no ensaio fotográfico para a revista "W feito quando Madonna veio ao Brasil em dezembro de 2008 com sua turnê Sticky & Sweet.

Dizem que Madonna ficou encantada não só com a beleza de Jesus, também teria ficado intrigada com o nome do rapaz. Depois dos 5 shows que fez no Brasil, Madonna teria convidado o jovem modelo para trabalhar em Nova Iorque com o aval do fotógrafo Steven Klein.

O modelo mudou-se para Nova Iorque e desde então é fotografado constantemente ao lado da loira mais poderosa do mundo. Ele jura de pé junto que não tem nada com ela “somos apenas amigos” , disse.

image
GUY RITCHIE (2000 - 2008)

Relacionamento mais duradouro da vida de Madonna, o casamento com o cineasta inglês durou 8 anos. A festa de casamento dos dois, em 22 de dezembro de 2000, em um castelo da Escócia, coincidiu com o batizado do filho, Rocco. Em 2006, adotaram David Banda, do Malauí.

Durante uma entrevista dada na época do casamento, a cantora desmanchou-se ao falar do futuro marido: "levei 'apenas' 40 anos para fazer a coisa certa. Ele me faz rir. É brilhante, lindo, inteligente...". E acrescentou: "quando conheci Guy, tive uma premonição de como seria minha vida dali para a frente. Isso só tinha me acontecido uma vez antes".
 
O anúncio oficial do divórcio aconteceu em novembro de 2008, no meio da turê Sticky & Sweet. Dizem que os dois já estavam separados desde maio do ano passado e esperavam o final da turnê para anunciarem o divórcio e ainda eram vistos em eventos públicos como forma de afastar os boatos de que não viviam mais juntos.

image
CARLOS LEON (1995 - 1996)

O cubano e Madonna envolveram-se enquanto ele era seu personal trainer, em 1995. Em outubro de 1996, nasce a primeira filha da "Material Girl", Lourdes Maria Ciccone Leon. O nome é uma homenagem ao santuário de Lourdes, na França (local que sua mãe sempre quis visitar), de onde ela recebia garrafas de água durante a gravidez.

Apesar de não ter tido um relacionamento duradouro com Madonna, ele é sempre visto com sua filha Lola e abriu mão da guarda da menina.

image DENNIS RODMAN (1994 -1995)

O affair da cantora com o superjogador de basquete americano foi um sucesso na mídia, mas um fracasso na vida real. Acompanhados por todos os flashs em 1994, os dois ficaram juntos por apenas alguns meses.

O jogador de basquete afirma na autobiografia ‘I Should Be Dead By Now’ (Eu Deveria Estar Morto a essa Altura) que Madonna queria ter filhos com ele quando saiam juntos, em 1995. Uma vez, eu estava em Los Angeles, na mesa de jogo de dados, quando recebi uma dessas ligações ‘alguém morreu’, de Nova York. Atendi o telefone e Madonna estava tipo: ‘Estou ovulando, estou ovulando. Venha para cá agora’. Então eu deixei minhas fichas na mesa, voei cinco horas até Nova York, e fiz o que tinha de fazer. Nós terminamos e ela já estava de cabeça para baixo, tentando ficar grávida. Eu voei de volta para Los Angeles e retomei o jogo de onde tinha parado.” Ao USA Today, Madonna teria dito: “Eu amo Dennis Rodman. Ele é um tesão. Eu o adoro. Ele é rebelde”. 

imageVANILLA ICE [Robert Van Winkle] (1991 -1992)

Vannila Ice e Madonna estiveram juntos por cerca de oito meses em 1992. Era o auge da carreira do rapper. “Ela foi a um de meus shows e deu muito em cima de mim, sabe?!?”, disse ele em uma entrevista a Yves Salomon, em 2001. Ele declarou ainda que um dos motivos para o fim do relacionamento foi o livro ‘Sex’, de Madonna, em que foi citado. Segundo ele, o livro mostrava uma Madonna ‘vagabunda’ que não era real, e ele não queria fazer parte daquilo. 



imageTONY WARD (1990 - 1991)

A diva conheceu o modelo na sua festa de 32 anos… reza a lenda que ela apagou o cigarro em suas costas. Ele participou do clipe da música ‘Justify my love’ em cenas quentes com Madonna. Dizem que ela engravidou e perdeu um bebê dele que a traiu com outra, o que foi a gota d’água para o fim da relação.

imageWARREN BEATTY (1989 - 1990)

Os dois se conheceram em 1989, quando Warren era um galã famoso e tinha uma lista de mulheres em seu currículo amoroso. Ele dirigiu e protagonizou, ao lado de Madonna, o longa-metragem Dick Tracy, em 1990.

Também participou do documentário Na Cama Com Madonna ("Truth or Dare"), em que reclamava do fato de Madonna não fazer nada sem uma câmera acompanhando-a. Segundo a revista People, Warren e Madonna eram bastante carinhosos um com o outro em público. 

0,,15298318-GDH,00JEFF HORNADAY (1989)

O diretor de "Quem é essa Garota?", protagonizado por Madonna em 1987, foi o primeiro namoro assumido da popstar após o término do casamento com Sean Penn. Se no final dos anos 80 a vida amorosa da rainha do pop ia mal, seu sucesso parecia não ter limites. As rádios não paravam de tocar músicas como "La Isla Bonita".

imageSANDRA BENHARD (1988 -1989)

As duas se conheceram em 1988, quando Sandra – que é comediante - foi ver a peça teatral de Madonna, Speed the plow. Elas se tornaram amigas, deram até entrevistas juntas no David Letterman, e foram alvos de fofoca de que tinham um caso. 

Na época Madonna ainda era casada com Sean Penn e reza a lenda que ele odiava Sandra e os boatos de que tinham um caso. No fim das contas, Sandra ainda acusou Madonna de roubar a sua namorada Ingrid Casares e a amizade colorida acabou.

imageJOHN KENNEDY JR. (1988)

O affair, nunca assumido, teria começado em 1988, em um motel de Chicago. Na época, ela ainda estava casada com Sean Penn, mas o conturbado relacionamento agonizava. A desaprovação da mãe de John Jr, Jacqueline Onassis, seria o fator responsável pelo término do romance. 

image
SEAN PENN (1985 - 1988)

Madonna e o ator Sean Penn se conheceram em fevereiro de 1985. Segundo o livro “Madonna – Uma Biografia Íntima”, era o primeiro dia de gravação do videoclipe de “Material Girl” e Madonna esperava sentada no alto de uma escada, quando viu Penn. Ele tinha, na época, 24 anos e usava uma jaqueta de couro e óculos escuros. Ela admirava seu trabalho e ansiava por conhecê-lo, mas não imaginou o que aconteceria. 

“Eu tinha essa fantasia de que a gente ia se encontrar, se apaixonar um pelo outro e se casar. De repente, estava desejando que isso acontecesse. O que posso dizer é que gamei nele nesse dia. Sei lá, só sei que o queria de qualquer jeito”, diria ela mais tarde, segundo a biografia.
Conhecidos como “Poison Penns” (“os Penn venenosos”), o relacionamento do casal teve forte presença na mídia nos anos 80. Entre boatos e verdades, estava uma gravidez para segurar o companheiro, um aborto após o casamento, bebedeiras e ataques de ciúme de Penn, e brigas constantes. Ele descreve seu casamento com a popstar como: barulhento; e não se lembra de ter tido uma única conversa verdadeira em quatro anos de casados. 

Barulhenta, de fato, foi a cerimônia de casamento, em 16 de agosto de 1985. Segundo o “Times” de Londres, os helicópteros da imprensa impediram que os noivos escutassem seus próprios votos. Muito nervoso, Sean Penn teria escrito “fuck off” (“saiam fora”) na areia da praia de Malibu, Califórnia, onde a festa foi realizada. 

Casados, Madonna dedicou seu álbum “True Blue”, de 1986, ao marido e nesse mesmo ano os dois estrelaram o fracassado filme “Surpresa em Shangai”. Em público, se mostravam bastante carinhosos. Mas, em 1989, já acertavam o divórcio. Tablóides afirmam que o fim foi terrível, com gritaria, tapas e objetos quebrados. 

A fama que fica hoje é a de um casamento perturbado e desastroso. “Se tivéssemos ficado juntos, teríamos enlouquecido um ao outro. Eu me comportava tão mal quanto ela. Nunca gostei de ser o centro das atenções. Nosso casamento fazia com que nossa vida fosse pública, então, não tínhamos um casamento de verdade”, declarou Penn, segundo “Madonna – Uma Biografia Íntima”. “Ela estava virando a maior estrela do mundo, e eu só queria fazer meus filmes e me esconder. Eu era um cara nervoso. Eu tinha muitos demônios e não sei quem conseguiria viver comigo naquela época”, contou. No documentário “Na Cama Com Madonna” (“Truth or Dare”, 1991), Madonna disse que Penn era o grande amor de sua vida. Depois quis cortar a fala, e foi impedida por Harvey Weinstein, então dono da Miramax.

imagePRINCE (1985)

No primeiro encontro entre Prince e Madonna, ele a apanhou de limusine e a levou a um de seus shows, em Los Angeles. Depois da apresentação, eles passearam pela cidade e acabaram no Hotel Marquis, em Westwood, onde acontecia uma festa de amigos do astro do rock. Eles dançaram juntos em cima da mesa, se esfregando. A história é relatada por J. Randy Taraborrelli, no livro “Madonna -Uma Biografia Íntima”. A festa acabou e Prince e Madonna se retiraram para a suíte dele. 

Aparentemente, as duas estrelas não tinham muito mais do que esse título em comum. Quase não conversavam e reclamavam do jeito de ser um do outro, ele tímido, ela expansiva. Prince chegou a tentar oficializar o namoro, mas Madonna se esquivou. 

Depois de dois meses, ainda segundo Taraborrelli, Prince decidiu dar um fim à relação. E sentindo-se rejeitada, Madonna começou a correr atrás dele. “Como ousa me chutar desse jeito, não sabe quem eu sou??” , teria dito ela em telefonemas constantes, segundo Prince. Em outubro de 1994, eles teriam voltado a se encontrar e Madonna dessa vez tomaria a decisão de terminar o caso. 

imageJELLYBEAN BENITEZ (1982 -1984)
Eles namoraram na época em que Madon a procurava seu lugar ao sol e estava disposta a quase tudo para conseguir seus objetivos. O amor acabou quando Madonna já brilhava nas paradas de sucesso com o álbum Like a Virgin. 

Créditos: Abril/ EGO/ ‘Madonna: Uma biografia íntima’

0 comentários:

Madonna Ever - Madonna sempre!