Siga o 'Madonna ever'

RSS
Premium WordPress Themes

12 setembro 2009

Madonna citada em coluna de Nelson Motta

Na edição de ontem [11.09.09], Nelson Mota falou sobre as mulheres que cantam e compõe e claro, Madonna foi citada. Reveja o vídeo abaixo:

Foi-se o tempo em que homens compunham e cantavam e as mulheres só cantavam. A emancipação feminina na música já começou.

Elas estão cada vez mais poderosas. São chefes de estado e ministras, são presidentes de grandes corporações, estão crescendo em todas as profissões e muitas vezes são mais competentes do que os homens.

Mas a música popular sempre foi um território masculino, com as cantoras interpretando o que os compositores escreviam para elas, mas isso também está mudando rapidamente.

Madonna não é só uma megaestrela multimídia. É uma ótima compositora, uma das melhores em atividade, que cria as suas músicas em parceria com compositores talentosos escolhidos a dedo. Mas ela faz a letra e tem sempre a última palavra.

No Brasil, Marisa Monte faz tanto sucesso não só porque é uma grande intérprete, mas também uma compositora inspirada que cria o seu próprio repertório e sabe escolher muito bem seus parceiros. Assim como Ana Carolina, Adriana Calcanhoto e Vanessa da Matta.

Elas estão entre os melhores compositores do momento, competindo e ganhando da maioria dos homens que dominavam completamente a cena, mas nem sempre foi assim. Foi dura a vida das compositoras no Brasil.

Chiquinha Gonzaga foi muito mais do que uma compositora de grande talento e uma das fundadoras do carnaval brasileiro, foi uma heroína que se transformou em símbolo da emancipação feminina com a música e a alegria.

Ao lado de Tom Jobim e Newton Mendonça, Dolores Duran é considerada um dos maiores talentos autorais que anteciparam a Bossa Nova no final dos anos 50. Dolores morreu com 29 anos deixando muitos clássicos musicais e um grande avanço para as compositoras brasileiras.

Nos anos 70, Rita Lee retomou a rebeldia carnavalesca de Chiquinha Gonzaga em ritmo de rock and roll e se tornou uma das maiores compositoras da nossa história musical, com uma obra poderosa e marcada pelo humor, a irreverência, e a inteligência.

Também nos anos 70 surgiram novas autoras de talento como Joyce, Suely Costa, Fátima Guedes e Angela Rorô. Nos anos 80, no mundo masculino do Rock, elas se afirmaram como compositoras de sucesso.

E finalmente, também na música, elas venceram. Nas novas gerações a maioria das mulheres não querem mais só cantar e também compõem as suas canções.

Um dos símbolos dessa conquista tem 87 anos e desde 1947 faz músicas e letras que entraram para a nossa história e para a nossa memória afetiva. Boa noite, dona Ivone Lara.

Via G1 (Jornal da Globo)

0 comentários:

Madonna Ever - Madonna sempre!